A Questão Política em Campinas/SP – em 10 perguntas

A ECCOS acaba de desenvolver uma iniciativa voltada para o eleitor de Campinas/SP, nada demais aliás…. apenas 10 perguntas.

Fizemos 10 perguntas aos candidatos à prefeitura e à câmara de vereadores da cidade. Questionamentos sobre a cidade e os cidadãos campineiros.

Foram 3 tentativas de contato para cada partido na disputa,  tentamos contatar os partidos primeiro, depois os assessores e por fim os candidatos diretamente… e quase nada.

Apenas dois candidatos se dignaram a nos responder: Paulo Bufalo e Rafael Prata, ambos do PSOL.

Você pode conferir tudo como foi no site especial que fizemos: aquestaopolitica.wordpress.com, avalie as respostas dos candidatos que nos enviaram e escolha bem, com consciência, porque senão as coisas tendem a piorar.

Agradecemos aos candidatos que, não por acaso, são aqueles que também se tornaram nossos parceiros de longa data nas lutas populares da cidade.

Coordenação ECCOS

Atividade infantil de férias, na ocupação sócio-cultural em Barão Geraldo

No último sábado a ECCOS participou de uma atividade de férias paras crianças de comunidades carentes que atualmente vivem em ocupações pela cidade de Campinas/SP.

Fornecemos doces e bebidas para um ‘lanchinho’ da tarde na atividade ocorrida em uma área ocupada pelas famílias na estrada da Rhodia, distrito de Barão Geraldo, com o intuito sócio-cultural da criação de uma casa de cultura popular no local.

Teve Bingo da Comunidade!

Na nossa Aldeia Cultural 2016 encerramos as atividades com as crianças (cerca de 70) e começamos o grande bingo da comunidade local, organizado também em conjunto pela ECCOS e a Associação de Moradores do Jardim Santo Antônio.

Na nossa Aldeia Cultural, todo o lucro será revertido no término da construção da sede da Associação de Moradores local.

Veja fotos e parabéns aos premiados!

Aldeia Cultural 2016 – Sucesso coletivo.

A ECCOS realizou no domingo, dia 9/7/16, mais uma edição do projeto Aldeia cultural, no Jardim Santo Antônio – Campinas/SP.

A iniciativa foi novamente um sucesso e desta vez de forma ainda mais sólida. Nossa Aldeia 2016 foi elaborada, como sempre, em conjunto com a comunidade e ocorreu após o trabalho de aprendizado sócio-cultural feito com crianças do bairro de Fevereiro à Abril, denominado projeto Sementes.

O nosso sucesso se mede por valores reais, não os do capital ($), mas os da vida. Como medimos isso? Simples, com fatos:

  • No processo de preparação para a Aldeia, em conjunto com a Associação do bairro, moradores se organizaram para pensar, divulgar e panfletar a atividade.
  • A ideia de um bingo da comunidade tomou corpo, com toda a preparação sendo organizada pelos membros da Associação e o apoio da ECCOS.
  • A ECCOS doou o grande prêmio (uma bicicleta) e as lideranças do bairro seguiram o exemplo e doaram os outros prêmios do bingo.
  • Quase todas as cartelas do ‘bingão’ foram vendidas com antecedência pelos membros da Associação do bairro.
  • O grupo de capoeira Senzala, que dá aulas voluntárias no local, se dispôs a participar da Aldeia com uma apresentação geral.
  • O músico e associado ECCOS, Fábio Menezes, se juntou à atriz e nossa parceira Rayana Rodrigues e elaborou uma oficina de bonecos de papel e outra oficina musical para as crianças.
  • O fotógrafo e associado ECCOS, Rodrigo Marques, pensou uma oficina para concluir um trabalho anterior feito com as crianças do bairro.
  • Entre os associados ECCOS tivemos também a participação de Mila Cunha, Joyce Abeid e Renan Pedroso que se somaram às preparações do dia e às oficinas de ‘pintura facial’, ‘pipa diferente’ e ‘circuito maluco’.
  • Contamos ainda com a grande contribuição da nossa mais jovem associada (com 8 anos), Anyta Cunha Pontes, que elaborou e realizou uma oficina de dobraduras.
  • Ao chegarmos para a Aldeia, nossas parceiras mirins: Zaine, Carla e Vitória (moradoras locais) já estavam preparando o local e nos ajudando na organização do espaço.
  • Outras crianças vieram para nos ajudar à enfeitar e convidar os amigos para a atividade.
  • Os líderes locais: Manoel, Zé Nilton e Radiola prepararam o terreno, juntando entulho e limpando a terra, e ainda construíram uma cozinha na sede da associação para utilizarmos nas atividades.
  • O presidente do bairro, Sr Pedro Silva, incentivou e compareceu à Aldeia Cultural para prestigiar, mesmo estando em más condições de saúde. Dedicamos essa Aldeia à ele.

Como se toda essa colaboração em comunidade, somada à confraternização geral não fosse suficiente ainda tivemos muito mais… muito mais participação dos moradores que confiam e trabalham junto conosco pelo bem social e popular. Tivemos algo em torno de 70 crianças participando de nossa Aldeia Cultural e cerca de 50 adultos participando do Bingo da comunidade, cujo lucro de R$1200,00 fica inteiramente para o término da construção da sede local.

 

Sucesso? Sim, sucesso coletivo e social.

Agradecemos à todos os envolvidos.