Cineclube ECCOS 2020

Liberdade – Resistência Popular, Gênero & LGBTI, e Influência das mídias

Manifesto Cineclube ECCOS 2020 – por Rodrigo Lara.

Entendemos que as mudanças sociais nascem da transformação das pessoas. Mudando as pessoas podemos construir um novo futuro, essa é uma missão da ECCOS. O projeto de uma sociedade mais justa e igualitária pelo qual lutamos e ousamos construir diariamente, considera que esta transformação social só será alcançada plenamente quando todos os seres humanos, em todas as suas cores, crenças e diversidade(s) se sintam livres.

Os passos rumo à sociedade igualitária precisam ser dados por sujeitos lutadores que assumam seus postos como cidadãos, passando a desafiar e quebrar modelos, padrões de comportamento, papéis sociais, tabus, preconceitos e classificações estabelecidas por uma sociedade capitalista instituída em cima do patriarcado, da exploração e da opressão popular, do racismo, da LGBTfobia e de todas as intolerâncias contra tudo que não se encaixa no modelo.

Um dos grandes desafios do nosso tempo é entender o que é a democracia e como lutar por sua consolidação e manutenção. A democracia exige dos sujeitos uma enorme capacidade de reflexão, de inteligência voltada para o entendimento do que está em jogo, e empatia para construir qualquer debate. A democracia precisa de pluralidade de ideias e respeito total por essa diversidade.

A propagação de fake-news pelas redes sociais e a falta de um debate plural nos meios de comunicação de massa fomenta uma polarização cheia de ódio e impende que os cidadãos possam se respeitar e conviver em harmonia entre as diferenças. Nos jornais televisivos, por exemplo, perdeu-se a tradição de levar especialistas que pensem diferente sobre um mesmo assunto. A ordem do sistema é não contrariar os interesses do “patrão”. Um dos efeitos diretos desse processo que corrói a democracia é o surgimento diário de milhares de especialistas “formados em coisa alguma”, para manipular os usuários das redes sociais. Teorias científicas consagradas são ridicularizadas e desacreditadas em benefício de tolices retrógradas e conservadoras que servem para adestrar e conservar os mecanismos de exploração. Os criminosos nazistas já orientavam que uma mentira contada mil vezes se torna uma verdade.

Acreditamos que o audiovisual é um mecanismo muito importante para trazer reflexão e não só entretenimento. Assim, a proposta temática desse ano no Cineclube ECCOS é a discussão sobre “Liberdade – Resistência Popular, Gênero & LGBTI, e Influência das mídias.” Mensalmente iremos exibir um filme sob este tema e na sequência convidaremos os presentes para uma roda de conversa e reflexão, para que possamos sair transformados e mais capazes de identificar e enfrentar as fake-news, caminhando assim a passos mais largos rumo à sociedade que desejamos.

Participe conosco do Cineclube ECCOS e acompanhe nossas redes.

Retrospectiva ECCOS 2019

Nosso ano de 2019, tempo de difícil construção.

A ECCOS fez quase tudo este ano e ainda assim não foi suficiente contra o império do ódio, do ego e da ignorância difusa e voluntária.

Não foi suficiente, porque contra um império não se luta sozinha… é preciso unir forças e é justamente aí que mora o problema.

Numa sociedade fraturada e dividida através da intolerância e da promessa incessante do individualismo próspero, nos restou poucos sinais de vida coletiva e engajada socialmente.

Os tempos são de desconstrução da noção de solidariedade e bem estar social… a destituição do amor ao próximo.

Porém não estivemos de joelhos esperando acontecer.
Lutamos e construímos, veja no vídeo acima e no resumo abaixo o que conseguimos fazer este ano… e por favor acorde e junte-se a nós (ou a qualquer grupo progressista que ainda exista).

Nossa Caminhada em 2019/


Projetos sócio-educativos e promoção de oportunidades sociais & Atuação ativista e transformadora em comunidades periféricas:

  • Jardim Santo Antônio (Região Ouro Verde)
  • Menino Chorão (Região Campo Belo)

. Projeto Sementes
:: 12 meses de assembléias comunitárias, rodas de conversa, atividades sociais-culturais-educativas, luta popular por melhorias nos bairros, conscientização política, construção coletiva e transformação social.
::: Impacto social em mais de 250 famílias diretamente e mais de 2300 indiretamente.
:::: Evidente empoderamento popular através do trabalho de base social.
::::: 20 Oficinas sócio-culturais elaboradas com as crianças das comunidades.
:::::: Construção coletiva da Biblioteca Popular Pedro Silva (Jd Sto Antônio)
::::::: Promoção coletiva de 1 horta comunitária e 1 barracão de atividades sociais (Menino Chorão)


Projetos sócio-culturais:

. A Questão –
3 crônicas de crítica social publicadas
2500 unidades do nosso jornal de bolso impresso distribuídas de forma descentralizada e direta (em faculdades e diversos locais de trabalho e convívio social)
Website A Questão – 893 visualizações / 636 visitantes / 4 postagens
_ páginas mais visitadas: O ópio do povo / Questão de cultura / Mãe solteira em uma sociedade machista / Triste corpo preto
Facebook A Questão – 770 seguidores / Alcance médio de 359 pessoas por postagem / 60% mulheres

. ECCOS em Movimento (cineclube no MIS)
9 sessões/meses de exibições de filmes e documentários sobre Racismo estrutural.
9 debates pós-filme promovidos no MIS
2 Cursinhos Populares envolvidos (Prometheus e Identidade Popular)
Colaborações de coletivos como o Grupo Identidade (luta LGBTI)

. Aldeia Cultural
2 edições periféricas
Organização cooperativa e coletiva com a associação do bairro Jd Sto Antônio e a Oficina Cultural das Mulheres (Menino Chorão)
Colaborações de diversos grupos: Minha Campinas, Mara Marques, Rizoma, UniMetrocamp, IP, Bem me Quer, ISBET
+500 pessoas participantes nos dois eventos.
+15 oficinas sócio-culturais e artísticas desenvolvidas com crianças.


Produção de conteúdo popular, coletivo e antifascista nas Redes sociais/Internet:

  • 14 Vídeos
  • 10 Podcasts
  • Website – 1422 visualizações / 548 visitantes / 63 postagens
    _ páginas mais visitadas: Quem somos / carta aberta candidatura / aldeia cultural
  • Instagram – 92 posts / 87 seguidores / Alcance médio de 15 curtidas por postagem
  • Facebook ECCOS – 95 seguidores / Alcance médio de 31 pessoas por postagem

Promoção da Cidadania, Conscientização Política e Solidariedade:

. Consultoria jurídica e social para associações de bairro, cursinhos populares e coletivos.

. Doações diversas e emergenciais realizadas ao longo do ano.

. Participação ativa em Protestos, Eventos sociais e Atos –

  • Greve Geral Campinas
  • Ato pela Visibilidade Trans
  • Ato contra LGBTIfobia
  • Feira de Saberes Femininos
  • Protestos pela Educação
  • Defesa de ocupações
  • Ato de luta PcD
  • Ações contra políticas fascistas.

Promoção da unidade entre progressistas:

. Diálogos Abertos – Cá Entre Nós –
Um diálogo aberto sobre como as políticas fascistas sendo implementadas pelo governo Bolsonaro afetam nossas comunidades e nosso cotidiano social.
Participação dos grupos_
Identidade
LPJ
Cursinho Prometheus
UNMM
Menino Chorão
ECCOS

. STN – Rede de coletivos –
Séries de ações coordenadas para promover a solidariedade entre uma rede de grupos e coletivos ativistas.
Participação de grupos ligados à educação, meio ambiente, LGBTI, direitos humanos, juventude, partidos políticos de esquerda e moradia.

. Proposta Política Popular e Coletiva para 2020 –
A ECCOS também se colocou a disposição para organização de uma pré-candidatura popular e coletiva, para 2020, encabeçada por alguém da ECCOS e composta por movimentos e comunidades.

E aí… o que você vai fazer em 2020?