Retrospectiva ECCOS 2019

Nosso ano de 2019, tempo de difícil construção.

A ECCOS fez quase tudo este ano e ainda assim não foi suficiente contra o império do ódio, do ego e da ignorância difusa e voluntária.

Não foi suficiente, porque contra um império não se luta sozinha… é preciso unir forças e é justamente aí que mora o problema.

Numa sociedade fraturada e dividida através da intolerância e da promessa incessante do individualismo próspero, nos restou poucos sinais de vida coletiva e engajada socialmente.

Os tempos são de desconstrução da noção de solidariedade e bem estar social… a destituição do amor ao próximo.

Porém não estivemos de joelhos esperando acontecer.
Lutamos e construímos, veja no vídeo acima e no resumo abaixo o que conseguimos fazer este ano… e por favor acorde e junte-se a nós (ou a qualquer grupo progressista que ainda exista).

Nossa Caminhada em 2019/


Projetos sócio-educativos e promoção de oportunidades sociais & Atuação ativista e transformadora em comunidades periféricas:

  • Jardim Santo Antônio (Região Ouro Verde)
  • Menino Chorão (Região Campo Belo)

. Projeto Sementes
:: 12 meses de assembléias comunitárias, rodas de conversa, atividades sociais-culturais-educativas, luta popular por melhorias nos bairros, conscientização política, construção coletiva e transformação social.
::: Impacto social em mais de 250 famílias diretamente e mais de 2300 indiretamente.
:::: Evidente empoderamento popular através do trabalho de base social.
::::: 20 Oficinas sócio-culturais elaboradas com as crianças das comunidades.
:::::: Construção coletiva da Biblioteca Popular Pedro Silva (Jd Sto Antônio)
::::::: Promoção coletiva de 1 horta comunitária e 1 barracão de atividades sociais (Menino Chorão)


Projetos sócio-culturais:

. A Questão –
3 crônicas de crítica social publicadas
2500 unidades do nosso jornal de bolso impresso distribuídas de forma descentralizada e direta (em faculdades e diversos locais de trabalho e convívio social)
Website A Questão – 893 visualizações / 636 visitantes / 4 postagens
_ páginas mais visitadas: O ópio do povo / Questão de cultura / Mãe solteira em uma sociedade machista / Triste corpo preto
Facebook A Questão – 770 seguidores / Alcance médio de 359 pessoas por postagem / 60% mulheres

. ECCOS em Movimento (cineclube no MIS)
9 sessões/meses de exibições de filmes e documentários sobre Racismo estrutural.
9 debates pós-filme promovidos no MIS
2 Cursinhos Populares envolvidos (Prometheus e Identidade Popular)
Colaborações de coletivos como o Grupo Identidade (luta LGBTI)

. Aldeia Cultural
2 edições periféricas
Organização cooperativa e coletiva com a associação do bairro Jd Sto Antônio e a Oficina Cultural das Mulheres (Menino Chorão)
Colaborações de diversos grupos: Minha Campinas, Mara Marques, Rizoma, UniMetrocamp, IP, Bem me Quer, ISBET
+500 pessoas participantes nos dois eventos.
+15 oficinas sócio-culturais e artísticas desenvolvidas com crianças.


Produção de conteúdo popular, coletivo e antifascista nas Redes sociais/Internet:

  • 14 Vídeos
  • 10 Podcasts
  • Website – 1422 visualizações / 548 visitantes / 63 postagens
    _ páginas mais visitadas: Quem somos / carta aberta candidatura / aldeia cultural
  • Instagram – 92 posts / 87 seguidores / Alcance médio de 15 curtidas por postagem
  • Facebook ECCOS – 95 seguidores / Alcance médio de 31 pessoas por postagem

Promoção da Cidadania, Conscientização Política e Solidariedade:

. Consultoria jurídica e social para associações de bairro, cursinhos populares e coletivos.

. Doações diversas e emergenciais realizadas ao longo do ano.

. Participação ativa em Protestos, Eventos sociais e Atos –

  • Greve Geral Campinas
  • Ato pela Visibilidade Trans
  • Ato contra LGBTIfobia
  • Feira de Saberes Femininos
  • Protestos pela Educação
  • Defesa de ocupações
  • Ato de luta PcD
  • Ações contra políticas fascistas.

Promoção da unidade entre progressistas:

. Diálogos Abertos – Cá Entre Nós –
Um diálogo aberto sobre como as políticas fascistas sendo implementadas pelo governo Bolsonaro afetam nossas comunidades e nosso cotidiano social.
Participação dos grupos_
Identidade
LPJ
Cursinho Prometheus
UNMM
Menino Chorão
ECCOS

. STN – Rede de coletivos –
Séries de ações coordenadas para promover a solidariedade entre uma rede de grupos e coletivos ativistas.
Participação de grupos ligados à educação, meio ambiente, LGBTI, direitos humanos, juventude, partidos políticos de esquerda e moradia.

. Proposta Política Popular e Coletiva para 2020 –
A ECCOS também se colocou a disposição para organização de uma pré-candidatura popular e coletiva, para 2020, encabeçada por alguém da ECCOS e composta por movimentos e comunidades.

E aí… o que você vai fazer em 2020?

Roda de conversa no Menino Chorão – Dezembro

No Domingo passado realizamos mais uma roda de conversa com a comunidade Menino Chorão, a última do ano.

Desta vez tivemos também a presença da Mara Marques e outros parceiros da comunidade.

Falamos sobre o grupo de mulheres e as melhorias que precisam ser feitas na organização local, além do projeto de final de ano da Mara para as crianças do bairro.

Ano que vem tem mais!

Projeto Sementes no Jd Sto Antônio – Novembro

No Domingo passado participamos da assembleia mensal do bairro Jd Sto Antônio pela manhã e de tarde realizamos a última etapa das atividades na Biblioteca Popular Pedro Silva neste ano.

Na Biblioteca passamos o filme Pantera Negra, aproveitando o mês da consciência negra para abordar a temática da representatividade no imaginário popular.

Ano que vem estaremos planejando novas etapas do projeto Sementes na comunidade local.

Aldeia Cultural 2019 – parte 2 – Menino Chorão

A segunda parte do nosso projeto Aldeia Cultural 2019 foi enorme!
Uma grande vitória da organização coletiva e popular e um enorme sucesso sócio-cultural!

A Oficina Cultural da Mulher, organização social que lidera as atividades da comunidade Menino Chorão (Jd Columbia), promoveu com a nossa ajuda um dia inteiro de brincadeiras, oficinas culturais, café da manhã comunitário, almoço voluntário, doações de kits e brinquedos e muito mais…

Esta iniciativa contou com muitos parceiros, como a Mara Marques que é uma ativista social presente regularmente na comunidade e que forneceu voluntariamente um almoço com lanches de hamburguer artesanal feitos na hora para a comunidade, além de doces para a festa.

Outro parceiro importante foi o coletivo Minha Campinas (através da Cláudia), que nos ajudou na articulação de grupos para realizar atividades e voluntariado no evento.

Vamos listar e agradecer aqui outros grupos/ativistas que também participaram dessa organização:

Instituto Rizoma (Ecobrinquedoteca)
UniMetrocamp (Atividades Pedagógicas)
ISBET (doações)
Bem Me Quer Solidário (doações)
Identidade Popular (ajuda estrutural)

Voluntári@s: Andrea – Kenia – Sabrina – Ane – Thelma – Shirley – Lucia – Beatriz – Juliana – Rodrigo Marques – Nathaly – alunas de pedagogia.

Oficina Cultural da Mulher: Carmem – Vanessa – Patrícia – Silvania – Lau – Cida – Kathleen – Thainá – Wellington… entre outr@s.

Equipe ECCOS: Lucas, Joyce, Alzira, Anderson, Anyta, Mila, Alice, Thaís, Allan e Diogo.

Veja fotos de mais esse sucesso cultural, coletivo e popular:

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Aldeia Cultural é um projeto que busca a organização coletiva e a interação de grupos e organizações que queiram participar de um dia recheado de atividades pensadas para as crianças de uma comunidade periférica. Os reflexos sociais desta iniciativa são visíveis e duradouros, ao colocar a criança como protagonista e ao criar laços entre setores da sociedade campineira e a periferia.

Assembléia geral no Jd Sto Antônio – Setembro

Domingo foi dia de assembléia geral no Jd Sto Antônio e nós estivemos lá para participar e dar nossa contribuição para o debate social e político local.

Além disso distribuímos aos presentes nosso jornal-de-bolso A Questão #10, que fala sobre racismo e teve ótima aceitação, para nossa felicidade.

O bairro terá eleições para nova composição da diretoria da associação de moradores no próximo mês, dia 20/10/2019, estaremos lá para ajudar também.